9.12.11

Às vezes,

Às vezes, não me apetecem metáforas.
Às vezes, gostava que tudo fosse preto no branco.
Às vezes, gostava que nada significasse tudo e tudo significasse nada.
Às vezes, gostava de ser romântica e usar as palavras bonitas.
Às vezes, gostava de me lembrar.
Às vezes, gostava de não ter paciência.
Às vezes, gostava de dar uma chapada a certas pessoas.
Às vezes, gostava de perceber as coisas.
Às vezes, gostava de tentar.
Às vezes, gostava de voar.

Às vezes, apetecem-me metáforas.

5 comentários:

Starmix disse...

Adoro o poema :)
Vou seguir

Mafalda Cruz disse...

Gostei do blog! visita o meu e se gostares, segue-me. Beijos <3

Starmix disse...

Muito obrigado :)

Francisca disse...

tens de vir cá, feia!

CSofia disse...

Participa já!!
http://mysweetcloset.blogspot.com/2011/12/giveaway-1.html